Coronavírus e o impacto psicológico causado pelo confinamento

 Em Qualidade de Vida, Sem categoria

Nas últimas semanas, o mundo literalmente parou por conta do coronavírus. Como a recomendação para diminuir os riscos de contaminação do vírus é ficar em casa, milhões de pessoas abandonaram os hábitos do dia a dia e passaram a viver em confinamento, saindo de casa somente para casos de necessidade extrema.

Até o momento, a China e a Itália são os países que mais registraram mortes por causa do COVID-19. Porém, esta não é a única consequência do vírus para a sociedade, seja na Ásia, na Europa ou na América.

Hoje, além dos sintomas da doença e do risco de morte, já é possível constatar outra grave consequência causada, mesmo que de forma indireta, pelo novo coronavírus: os problemas psicológicos.

A alteração de rotina (ou em alguns casos, a falta dela), o isolamento social, o confinamento e o convívio 24 horas por dia com as mesmas pessoas, têm feito com que os quadros de ansiedade e depressão aumentem em todo o mundo

O que os especialistas afirmam é que o confinamento e a perda de rotina podem causar stress pós-traumático, insônia, angústia e irritabilidade, além de um sentimento de incerteza, tédio e solidão. Quanto mais longo é o período de isolamento, mais intensos se tornam esses sintomas e sentimentos.

Alternativas para evitar os efeitos do confinamento causado pelo coronavírus

Pessoa lavando as mãos para evitar a contaminação para evitar o coronavírusO momento é sério, tanto no Brasil quanto em todo o mundo. O recomendado, antes de mais nada, é seguir as recomendações dos especialistas da área de saúde, priorizando, principalmente, o confinamento e os cuidados com a higiene pessoal.

Já para diminuir os efeitos causados pelo isolamento social, o indicado é:

Criar uma rotina

Mesmo sem sair de casa, você pode criar uma rotina para tornar o seu dia mais produtivo. Se você está fazendo home office, organize-se para que as tarefas de casa, os filhos e as coisas ao seu redor não interfiram na sua produtividade.

Separe um tempo para ler um livro e assistir um filme. Embora se informar seja importante, as notícias não são muito animadoras no momento e consumi-las em excesso pode gerar ainda mais angustia e ansiedade.

Outra dica importante é criar uma rotina de exercícios físicos. Além de fazerem bem para a saúde em geral, principalmente neste período em que você já tem se movimentado menos, eles fazem com que o seu organismo produza hormônios como a serotonina, que dão uma sensação de prazer e bem-estar – importante para combater o estresse.

Não se isolar emocionalmente

Não é porque você não pode sair, que você precisa estar de fato sozinho ou sem contato com as pessoas que estão fora da sua casa. Use a tecnologia a seu favor para falar com os familiares e amigos e não hesite em pedir ajuda se os sintomas de ansiedade e depressão forem mais intensos. Existem milhares de psicólogos fazendo atendimentos on-line, alguns até mesmo gratuitos.

No âmbito do trabalho, a tecnologia também ajuda. Estabeleça uma rotina de reuniões por vídeo-chamada e mantenha-se em contato com os seus colegas de trabalho. Esses hábitos ajudam a organizar as tarefas do dia a dia, proporcionam novas ideias e soluções, contribuem com a produtividade, diminuem a distância e ainda reduzem a sensação de solidão.

Ou seja, adaptar a rotina de trabalho ao cenário atual, ajuda tanto os problemas psicológicos quanto o lado profissional.

Investir em você e na sua equipe

Uma medida provisória divulgada esta semana pelo Governo Federal incentiva as empresas a capacitarem os seus colaboradores, por meio de treinamentos a distância.

A medida é importante, pois ajuda as pessoas a terem uma atividade no seu a dia a dia (principalmente aquelas que estão em casa e não têm a possibilidade de realizarem home office), bem como contribuem com o desenvolvimento pessoal e, principalmente, profissional do funcionário, uma vez que, quanto ele retomar às suas atividades normais, ele terá mais condições e informações para desempenhar seu trabalho – o que beneficia a própria empresa, no final das contas.

Treine a sua equipe com a Ballardin Engenharia

O momento requer cuidados e atenção, não apenas com o coronavírus em si, mas com todos os efeitos que ele pode trazer para toda a sociedade. Por isso, se você é colaborador, invista nas dicas acima para cuidar da sua saúde mental.

Se você é empregador, estude as possibilidades de ajudar os seus funcionários a passarem por essa fase, não se esqueça também do seu bem-estar e, se precisar de ajuda para capacitar a sua equipe, conte com a Ballardin Engenharia. Nossa plataforma de ensino a distância possui mais de 50 cursos diferentes, todos eles realizados de forma on-line e com envio grátis do certificado. Conheça nossos cursos em nossa plataforma ou mande-nos uma mensagem!

Posts recomendados

Deixe um comentário

Engenheiro em Segurança do Trabalho analisando papéis